• Portugues
  • English
  • Spanish

Em Búzios, Projeto Albatroz leva atividades sensibilização ambiental à Praia de Geribá

Ação fez parte da campanha ‘Praia sem lixo é Luxo’, promovida pela Secretaria do Ambiente, Pesca e Urbanismo do município

Ciente do impacto do lixo plástico para a degradação do oceano e sua biodiversidade, a Prefeitura de Búzios (RJ), na Região dos Lagos, convidou o Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, a participar de sua campanha de sensibilização ‘Praia sem lixo é luxo’, organizada pela Secretaria do Ambiente, Pesca e Urbanismo da cidade. A instituição montou um estande de educação ambiental no dia 23 de abril na Praia de Geribá, uma das mais movimentadas da região.

Em conjunto com os membros da secretaria, a equipe de educação ambiental do Projeto Albatroz conversou com os visitantes sobre a biologia dos albatrozes e petréis, aves ameaçadas de extinção encontradas na costa do estado, a importância da sua conservação para o equilíbrio do oceano e suas principais ameaças globais: a captura incidental pela pesca, as mudanças climáticas e a poluição do mar por lixos plásticos.

Este último, especialmente, era o foco da campanha ‘Praia sem lixo é Luxo’, promovida pela secretaria. Além de causar poluição da areia e desconforto visual para moradores e turistas, o lixo plástico é um dos principais desafios à sobrevivência de espécies marinhas como tartarugas, gaivotas, albatrozes e petréis. De acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), 9 em cada 10 aves marinhas já têm plástico em seus estômagos. Até 2050, essa porcentagem pode chegar a 99%.

Para sensibilizar os visitantes sobre essa problemática e provocar reflexões sobre o tema, a equipe do Projeto Albatroz contou com banners informativos, painel de envergadura que compara as asas de um albatroz às de outras espécies de aves, miniatura do barco de espinhel para detalhar as medidas mitigadoras da captura incidental, anzol com hookpod para demonstrar o uso do dispositivo aliado à tecnologia na pesca.

Além disso, o estande contou com a intervenção #AfetoOceano, organizada pelos integrantes do Coletivo Jovem Albatroz, braço de educação ambiental para a formação de lideranças ligadas à conservação de ambientes costeiros e marinhos. Adaptada das redes sociais para os eventos presenciais, a intervenção inspirada na Década do Oceano provoca reflexões sobre a relação de cada pessoa com o ecossistema, o consumo exagerado e os possíveis futuros para o oceano

No encerramento da campanha, houve também a distribuição de brindes para os visitantes e a distribuição de mudas nativas da região para plantio.

Projeto Albatroz na Região dos Lagos

O Projeto Albatroz nasceu em Santos (SP) e desde 1990 trabalha pela conservação das espécies de albatrozes e petréis que se alimentam em águas brasileiras. O projeto é patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental desde 2006 e, mantém uma base avançada de pesquisa na Universidade Veiga de Almeida (UVA), no campus de Cabo Frio (RJ), desde 2014, que nos possibilitou ampliar as pesquisas no Porto de Cabo Frio, rota de diversas embarcações de pesca de espinhel com a qual albatrozes e petréis interagem e pela qual são capturados. 

Atualmente, o Projeto Albatroz mantém bases de atuação em seis estados brasileiros.

 

2 3 4 6

Leia mais

+ Notícias

Parceiro do Programa Bandeira Azul em Cabo Frio (R...

Balanço do monitoramento de guimbas foi divulgado no 15º Workshop Anual do Programa Bandeira AzulAs bitucas de cigarro, ou guimbas, são alguns dos resíduos mais ...

13/05/2022 Leia mais
Foto_notícia (1)

Maleta Albatroz: equipe apresenta ferramenta de ed...

Livros, DVDs, jogos, mapas e outras materiais educativos poderão ser emprestados a escolas da Região dos LagosCom o objetivo de ampliar o alcance das ações de ed...

15/04/2022 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais