• Portugues
  • English
  • Spanish

Plural e participativa, Liga das Mulheres pelos Oceanos é criada em SP

WhatsApp Image 2019-03-08 at 22.11.52

Grupo realizou seu primeiro encontro oficial no Dia Internacional da Mulher. Duas integrantes do Projeto Albatroz fazem parte da liga

Biólogas, jornalistas, atletas, fotógrafas, pesquisadoras, oceanógrafas. 24 mulheres se reuniram no último dia 8, na capital paulista, para a criação de um grupo inédito: a Liga das Mulheres pelos Oceanos. Seu objetivo é unir e potencializar ações desenvolvidas por mulheres que dedicam seu trabalho em prol do ecossistema marinho. A coordenadora geral do Projeto Albatroz, Tatiana Neves, e a coordenadora de educação ambiental, Cynthia Ranieri são parte da liga.

O primeiro encontro do grupo aconteceu em um restaurante em São Paulo, em que aproveitaram a ocasião para se conhecer melhor, entender a relação de cada uma delas com o meio ambiente e como podem unir esforços em ações de conservação marinha.

Para a coordenadora do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, um dos pontos de destaque da criação do grupo é a pluralidade de vivências e conhecimentos das mulheres que o compõe. Tatiana Neves, por exemplo, é bióloga e mestre em oceanografia, mas nas atividades da liga poderá contar com a expertise de jornalistas, atletas olímpicas, pesquisadoras, educadoras, entre outras especialidades.

“Algo que salientamos neste primeiro encontro é que nos reunimos principalmente pelas capacidades individuais e profissionais de cada uma, pelo que podemos contribuir para a conservação”, ressalta Tatiana.

A Liga das Mulheres pelos Oceanos foi fundada pela bióloga Leandra Gonçalves, pela fotógrafa Bárbara Veiga e pela jornalista Paulina Chamorro. “Estamos unidas pelo propósito de contribuir para transformar o meio ambiente e promover oceanos mais sustentáveis, através de uma comunicação em larga escala sob a ótica feminina, e da integração de nossas habilidades e ideias. Não queremos excluir ninguém, apenas ressaltar o papel da mulher em ações de proteção dos mares, e comunicar a emergência de ações de conservação, para engajar e inspirar novas iniciativas”, afirmou Leandra.

A fotógrafa Marina Klink também integra o grupo, que deve discutir detalhes de sua oficialização e primeiros encaminhamentos nas próximas reuniões.

“A conservação dos oceanos ainda é tida como um tema distante da vida das pessoas, o que é um grande engano”, explica Tatiana Neves. “Os oceanos são responsáveis pela produção de oxigênio para o nosso planeta, é fonte de alimento, trabalho e lazer para milhões de pessoas. Há muito tempo é necessário criar iniciativas que aumentem a discussão dos problemas de conservação e também proponham soluções”.


Leia mais

+ Notícias

Foto_notícia (1)

Projeto Albatroz comemora 32 anos com avanços em ...

Entre as principais conquistas está a construção do primeiro Centro de Visitação, a ser inaugurado e...

20/07/2022

20/07/2022 Leia mais
Foto_notícia (4)

Jogo de Palavras do Albatroz une diversão e pensam...

Passatempo virtual foi lançado em comemoração aos 32 anos da instituiçãoUm dos principais objetivos ...

26/07/2022

26/07/2022 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais