• Portugues
  • English
  • Spanish

Projeto Albatroz apresenta resultados da parceria com a BirdLife em workshop internacional

Entre os dias 19 e 22 de março, a equipe de pesquisadores do Projeto Albatroz participou do Albatross Task Force Team Workshop na cidade de Mar Del Plata, na Argentina. O objetivo do encontro era apresentar e debater dados sobre a redução das capturas incidentais de albatrozes e petréis pelas pescas prioritárias de cada um dos países que fazem parte da aliança do Albatross Task Force (ATF).
 
A delegação do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, estava representada pelos pesquisadores Augusto Costa, Gabriel Canani e ainda o coordenador científico do Projeto, Dimas Gianuca - responsável pelas atividades do ATF no Brasil.
 
Os cientistas apresentaram, entre outros dados, estatísticas importantes sobre a efetividade do uso do Hookpod como medida mitigadora da mortalidade de aves na pesca espinheleira do Brasil. O dispositivo consiste em uma cápsula acoplada a uma linha de pesca e que protege a ponta do anzol até que ele alcance os dez metros de profundidade - longe do alcance da maior parte das aves.
 
Segundo o coordenador científico, outro estudo realizado pelo Projeto nos últimos dez anos demonstrou que apesar da legislação brasileira exigir, por meio das Instruções Normativas Interministeriais (INI) n°04/2011 e n°07/2014, o uso simultâneo de medidas mitigadoras como o regime de peso, largada noturna e toriline, a adesão ao uso é baixa por parte dos pescadores. “Consequentemente, a mortalidade dessas aves ameaçadas pela pesca ainda ocorre em níveis preocupantes e insustentáveis”, explicou Gianuca.
 
Pautas do workshop

Os principais objetivos do workshop eram informar sobre a redução da captura de albatrozes nas pescarias prioritárias de cada país integrante do ATF; identificar estratégias para manter as reduções de captura a longo prazo; avaliar as medidas mitigadoras propostas pelo Acordo para a Conservação de Albatrozes e Petréis (ACAP) e demais planos nacionais; além de finalizar o plano de trabalho e o objetivos para o biênio 2018-2020.
 
Além do Brasil, também estavam representados na reunião outros seis países engajados no estudo e conservação de albatrozes e petréis como o Chile, Uruguai, Argentina, África do Sul e Namíbia – países nos quais a mortalidade de albatrozes na pesca está contribuindo para o risco de extinção de diversas espécies. A Inglaterra, que financia o programa por meio da Royal Society for the Protection of Birds (RSPB), também esteve presente no workshop.
 
"Esta oficina é uma oportunidade única para somar energias e experiências entre as diferentes equipes da ATF ao redor do mundo. As discussões e colaborações entre as equipes são a base do sucesso da ATF e fazem com que este programa seja conduzido com uma grande e cordial parceria entre todos os integrantes”, afirma Esteban Frere, coordenador sul-americano do Programa Global de Aves Marinhas da BirdLife International. “É uma honra fazer parte deste workshop e desta equipe!”.
 
Balanço

Para o coordenador científico do Projeto Albatroz, Dimas Gianuca, o balanço dos quatro dias de workshop internacional apontam para a necessidade de serem criados mecanismos que assegurem a adoção das mais eficientes medidas mitigadoras pelos diferentes tipos de frotas pesqueiras ao redor do mundo.
 
Outro desafio comum a todos os países participantes, conforme Gianuca, é a quantificação da mortalidade de aves marinhas em frotas cujo impacto sobre as populações de albatrozes e petréis ainda é pouco conhecido.

“Os resultados das pesquisas que realizamos no Brasil, juntamente com outros países, subsidiam recomendações em tratados internacionais e legislação ambiental”, afirma. “Por isso, a oportunidade de passar vários dias reunido com pesquisadores de diversos países que trabalham por uma causa comum e enfrentam desafios muito semelhantes é fundamental e assim percebemos como estamos no caminho certo".

Foto Notícias_WS ATF_Argentina_3 Foto Notícias_WS ATF_Argentina_2

Leia mais

+ Notícias

lancamento noticia tati

Projeto Albatroz lança pedra fundamental dando mar...

Solenidade aconteceu no dia 10 de outubro, às 10 horas, em frente à Lagoa de AraruamaQuase um ano após a assinatura do termo em que a Prefeitura de Cabo Frio (RJ...

02/10/2019 Leia mais
Foto  ninho

Projeto Albatroz realiza atividades lúdicas de edu...

Brincadeiras farão parte da programação do ‘Dia da Criança e dos Mares’, do Aquário Municipal de SantosPara comemorar o Dia das Crianças, nada melhor...

24/09/2019 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais