• Portugues
  • English
  • Spanish

Projeto Albatroz apresenta BAAP na 11ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP

Foto Notícias_BAAP 2

Autoridades e cientistas de 13 países se reunirão para duas semanas de apresentações e trocas de dados sobre conservação de albatrozes e petréis 

Até o dia 17 de maio, dezenas de autoridades e pesquisadores participarão de uma maratona de apresentações de pesquisas, debates e planejamento de ações na 11ª Reunião do Comitê Assessor do Acordo Internacional para a Conservação de Albatrozes e Petréis (ACAP), que teve início ontem (5), em Florianópolis (SC). O Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, apresentará, no dia 15, às 19h, o Banco Nacional de Amostras Biológicas de Albatrozes e Petréis (BAAP) com coquetel à comunidade científica de diversos países.

Além do Brasil, signatário do acordo desde 2008, Argentina, Austrália, África do Sul, Chile, Equador, Espanha, França, Noruega, Nova Zelândia, Peru, Reino Unido e Uruguai também fazem parte do ACAP, que reafirma o compromisso desses países para a troca de dados e articulação de ações em prol da sobrevivência de 31 espécies de albatrozes e petréis - grupo de aves oceânicas mais ameaçadas do planeta.

O BAAP foi criado em 2018, com o objetivo de subsidiar estratégias de conservação do Plano Nacional para a Conservação de Albatrozes e Petréis (Planacap) além de manter um banco de dados relevantes para estudos em genética de populações das espécies protegidas pelo ACAP. É gerido pelo CEMAVE/ICMBio em parceria com o Projeto Albatroz e colaboração da R3 Animal.

As amostras coletadas são materiais biológicos como sangue, tecidos, penas, órgãos, entre outros que auxiliam nos exames de DNA, detecção de poluentes, virologia, bacteriologia e contaminação por microplásticos. O BAAP busca criar um intercâmbio destas amostras com instituições de pesquisa do todo o mundo para contribuir com a qualidade dos estudos científicos nacionais e internacionais.

11ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP

Os participantes do evento apresentarão resultados de pesquisas científicas, atualização de dados sobre populações e medidas de conservação das aves, além de discutir ações que possam minimizar a mortalidade destes animais conforme o contexto de cada país.

O encontro é realizado em duas etapas: workshop dos grupos de trabalho e a 11ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP. 

Três grupos de trabalho se reunirão entre os dias 6 e 10 de maio: Captura Incidental, Estado de Conservação e Populações e Taxonomia das Aves. No primeiro, a equipe técnica do Projeto Albatroz apresentará dois estudos científicos no grupo de Captura Incidental: “Mutilações no bico de albatrozes e petréis: um apelo para as melhores práticas de mitigação de efeitos subletais da captura incidental em aves oceânicas” e “Captura incidental na pesca de espinhel de dourado e atuns no sul-sudeste brasileiro”.

O Comitê Assessor do ACAP é responsável pelas tomadas de decisão sobre os temas discutidos nos grupos de trabalho e também por levar demandas à reunião mais importante do acordo: o Encontro das Partes, realizado a cada três anos. Atualmente, a fundadora e coordenadora geral do Projeto Albatroz, Tatiana Neves, exerce o cargo de vice-presidente deste comitê.

“Treze anos depois, é uma grande honra receber pela segunda vez uma reunião  do ACAP em nosso país”, explica a coordenadora. “Estamos ansiosos para recepcionar os pesquisadores e os representantes para dias de muito trabalho em prol de aves tão majestosas e ameaçadas como os albatrozes e petréis”.

Outros destaques

No dia 7 (terça), às 19h, o Projeto Albatroz dará as boas-vindas aos participantes da reunião com uma sessão do Jogo do Albatroz com os membros internacionais do Grupo de Trabalho de Captura Incidental.

Projeto Albatroz no ACAP

Um dos principais braços de atuação do Projeto Albatroz em prol da conservação marinha é a participação em políticas públicas nacionais e internacionais. Nesse sentido, a presença no ACAP é estratégica devido à alta incidência de capturas no mar territorial brasileiro. Estima-se que até 4 mil albatrozes e petréis morram acidentalmente todos os anos fisgadas pelos anzóis das pescarias de espinhel no país.


11ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP
Local: Il Campanario Villaggio Resort - Avenida dos Búzios, 1760 - Jurerê Internacional, Florianópolis (SC).

Programação:
7/05: Sessão do Jogo do Albatroz com o Grupo de Trabalho de Captura Incidental
6, 7 e 8/05: Reunião do Grupo de Trabalho de Captura Incidental
9 e 10/05: Reunião do Grupo de Trabalho de Estado de Conservação e Populações
15/05: Coquetel aos cientistas e apresentação do BAAP pelo Projeto Albatroz
13 a 17/05: 11ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP


Leia mais

+ Notícias

Foto Not?cias_

Em comemoração aos 29 anos, Projeto Albatroz reali...

Kits com camisas promocionais, cadernos, garrafas, adesivos e canetas são alguns dos prêmios oferecidos.Cerca de 90 mil seguidores acompanham o dia a dia do Proj...

01/07/2019 Leia mais
Foto Notícias_ENCOGERCO 4

Coletivo Jovem Albatroz está com inscrições aberta...

No total, há dez vagas abertas para jovens de 18 a 29 anos, moradores da Baixada SantistaAté o dia 4 de julho, jovens de toda a Baixada Santista poderão se inscr...

24/06/2019 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais