• Portugues
  • English
  • Spanish

Morre Carolus Maria Vooren, biólogo que foi a referência em gestão pesqueira no Brasil

161691631_3706927329361727_2157546326652647334_o

Pesquisador foi professor da Universidade Federal do Rio Grande e seus estudos inspiraram o trabalho do Projeto Albatroz

Em março, o mundo ficou mais pobre. O grande biólogo e referência em gestão pesqueira no Brasil, Carolus Maria Vooren, nos deixou no último dia 12, após mais de quatro décadas de trabalho dedicado à pesquisa e conservação marinha. Foi ele o principal responsável por trazer ao Brasil a informação sobre a problemática da morte incidental de albatrozes e petréis em decorrência da interação com os barcos de espinhel - a faísca que deu início ao trabalho do Projeto Albatroz ainda em 1990.

De nacionalidade holandesa, chegou ao Brasil na década de 70 para trabalhar na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), no Rio Grande do Sul (RS). Professor e orientador de mestrado da nossa fundadora e diretora geral, Tatiana Neves, Vooren também formou dezenas de oceanógrafos em todo o Brasil e, até hoje, seus estudos são referência no trabalho com tunídeos (peixes da família dos atuns), tubarões e aves marinhas - como os albatrozes e os petréis. 

Vooren foi quem analisou e validou os dados dos estudos preliminares feitos por ela em parceria com os pescadores no Porto de Santos (SP) a respeito da captura incidental de aves no sudeste. Com o aval do professor, Tatiana foi até a Austrália apresentar seus achados para a comunidade de cientistas internacionais - dando corpo a um trabalho relevante que hoje tem mais de 30 anos de história.

“Detentor de uma visão bastante incomum do mundo, das coisas e das espécies. Era realmente muito enriquecedor conviver com o Vooren, ser sua aluna, orientanda e amiga”, lembra Tatiana. “Sua visão incomum era muito boa de acompanhar, porque ele desconstruía o óbvio, dava uma visão diferente para nós, e com isso conseguíamos aprender coisas que outra pessoa não era capaz de nos ensinar.”

Um exemplo que ficou marcado em sua memória dizia respeito ao relacionamento dos albatrozes com as estrelas. “Vooren dizia que o albatroz ficava lá sentado no ninho olhando as estrelas e aprendendo, ainda enquanto filhote, como ele vai usar as estrelas para se guiar pelos mares quando viajar - qual cientista tem uma visão dessas?”, recorda emocionada. 

Biólogos, educadores ambientais e cientistas do Projeto Albatroz, todos foram tocados pelos ensinamentos e a paixão de Vooren pela natureza. Agora cabe a nós darmos continuidade a este lindo trabalho: “É uma perda enorme que aumenta a nossa responsabilidade de tornar o mundo um lugar tão bom quanto era com a presença dele - ou ainda melhor -, seguindo os passos de Vooren como uma pessoa que promoveu a conservação de tantas espécies”, finaliza Tatiana.

Em 2013, o professor Carolus Maria Vooren foi entrevistado para a produção do documentário ‘Albatroz: Um Projeto pela Vida’, ocasião que aproveitou para compartilhar com o público seu amor pelas aves marinhas e a preciosidade de sua vida para a manutenção da biodiversidade. Assista a íntegra do documentário do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, neste link.

 

160615086_3706927409361719_1212862084552641685_o 158870393_3706927456028381_8409062805326603773_o 161064377_3706927562695037_2074860034126105670_n 160560701_3706927509361709_4053601480967390583_o 159958427_3706927659361694_8896310605875755236_o

Leia mais

+ Notícias

Foto Notícias_Campanha do livro

Projeto Albatroz lança campanha para entregar livr...

Contribuições ajudarão a levar centenas de publicações para mais de 50 escolas em iniciativa do Programa de Voluntariado da PetrobrasO Programa de Educação Ambie...

19/04/2021 Leia mais
Foto Notícias_IFSC

Projeto Albatroz participa da formação de alunos d...

Aulas abordaram questões como importância da biodiversidade, tecnologia pesqueira, gestão e legislações voltadas à pescaNo litoral de Santa Catarina está localiz...

14/04/2021 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais