• Portugues
  • English
  • Spanish

Coordenadora do Projeto Albatroz recebe homenagem de integrantes do Acordo Internacional para a Conservação de Albatrozes e Petréis

Placa em cerâmica celebrou seus quase 20 anos de atuação no ACAP, além das três décadas de trabalho em prol da conservação marinha

Na última quarta-feira (8), durante a programação do Grupo de Trabalho de Captura Incidental na 11ª Reunião do Comitê Assessor do Acordo Internacional para a Conservação de Albatrozes e Petréis (ACAP), Tatiana Neves, vice-presidente do Comitê, coordenadora geral e fundadora do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, recebeu homenagens por parte dos cientistas presentes no evento que está sendo realizado no IL Campanário Resort, em Florianópolis - SC. A atuação da Tatiana no ACAP há 19 anos e as quase três décadas de trabalho em prol da conservação dos albatrozes no Brasil foram reconhecidos e destacados por diversos atores imprescindíveis para a conservação dessas aves ao redor do mundo.

“Tati, você nos inspira”. Esta foi a mensagem esculpida na cerâmica local, da Lu e Timtim Ateliê, que continha um logotipo estilizado do Projeto Albatroz, providenciada pela equipe do ACAP para a homenagem. Uma pintura com o albatroz-de-sobrancelha-negra, espécie bandeira do Projeto Albatroz, foi produzida por Leigh Wolfaardt especialmente para a coordenadora nas Ilhas Malvinas/Fallklands - principal lugar de reprodução da ave.

Na ocasião, o analista ambiental do Centro do Tamar/ICMBio, Gilberto Salles, parabenizou Tatiana por sua luta pelo meio ambiente. Guta Seixas, profissional Petrobras de Nível Superior Sênior, ressaltou seu potencial para mobilizar as pessoas pela conservação. “A Petrobras está bastante orgulhosa dos resultados do Projeto Albatroz”, complementa.

“Desde o início, a Tatiana participou da concepção do ACAP. Ela faz parte deste time de pessoas que pensaram na criação do acordo. Foi uma grande honra participar desta homenagem em um momento tão importante como este” afirma Patrícia Serafini, uma das responsáveis pelo Banco Nacional de Amostra Biológicas de Albatrozes e Petréis (BAAP), coordenadora do Plano Nacional para a Conservação de Albatrozes e Petréis (PLANACAP) e uma grande parceira de políticas públicas de Tatiana.

Além de Patrícia, Dimas Gianuca, Anton Wolfaardt, Richard Phillips, Sebastian Gimenes, Igor Debski, Pablo Seco Pon, integrantes do Grupo de Trabalho de Captura Incidental também participaram da homenagem.

 

Trajetória no ACAP

Em julho de 2000, Tatiana Neves participou como delegada brasileira da reunião para discutir como seria formulado ACAP. Nesta ocasião, contribuiu com a criação do primeiro documento que viria a se tornar o acordo, que colaborou para que o Brasil fosse signatário já na primeira rodada de assinaturas. Contudo, devido ao longo processo de ratificação do documento, o país tornou-se membro efetivo somente em julho de 2008 e a validação entrou em vigor somente em dezembro do mesmo ano.

Uma das principais atividades do Projeto Albatroz em prol da conservação marinha é o desenvolvimento de pesquisas e medidas para a proteção de albatrozes e petréis. Esses estudos são apresentados e defendidos por meio de ações de políticas públicas nacionais e internacionais. Nesse sentido, a presença do Projeto no ACAP é estratégica devido à alta incidência de capturas de aves no mar territorial brasileiro que se reproduzem em outros países.

 

11 ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP

O Projeto Albatroz é um dos representantes do Brasil na 11ª Reunião do Comitê Assessor do ACAP, que até 17 de maio, em Florianópolis (SC). No evento, autoridades e cientistas de 13 países vão apresentar resultados de pesquisas científicas, atualização de dados sobre populações e medidas de conservação das aves, além de discutir ações que possam minimizar a mortalidade destes animais conforme o contexto de cada país.

Além do Brasil, participam desta reunião a Argentina, Austrália, África do Sul, Chile, Equador, Espanha, França, Noruega, Nova Zelândia, Peru, Reino Unido e Uruguai, todos signatários do acordo multilateral que reafirma o compromisso desses países para a troca de dados e articulação de ações em prol da sobrevivência de 31 espécies de albatrozes e petréis - grupo de aves oceânicas mais ameaçadas do planeta.

 

 

Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 2 Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 4 Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 5 Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 6 Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 3 Foto Noti?cias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 7 Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 8 Foto Notícias_Homenagem Tatiana Neves ACAP 9

Leia mais

+ Notícias

Foto Notícias_Curso Pescador 1

Colaborador do Projeto Albatroz ministra dois curs...

Ex-observador de bordo do Projeto, Demétrio Martinho deu palestras para mais de 40 alunos em dois cursos de qualificação profissional para pescadoresÁrea de inte...

31/05/2019 Leia mais
Foto Notícias_Pós ACAP

Projeto Albatroz marca presença na 11ª Reunião do ...

Apresentação de estudos científicos, discussões em prol da conservação e entrega de homenagens fizeram parte do eventoTreze anos depois, o Brasil teve a honra de...

22/05/2019 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais