• Portugues
  • English
  • Spanish

Colaborador do Projeto Albatroz ministra dois cursos de formação de pescadores na Baixada Santista

Foto Notícias_Curso Pescador 1

Ex-observador de bordo do Projeto, Demétrio Martinho deu palestras para mais de 40 alunos em dois cursos de qualificação profissional para pescadores

Área de intensa movimentação de barcos pesqueiros, a Baixada Santista, no litoral de São Paulo, recebeu, nas últimas semanas, dois cursos de profissionalização de pescadores. O ex-observador de bordo e atual colaborador do Projeto Albatroz, Demétrio Martinho, levou aos pescadores informações sobre a biologia e as melhores práticas para a conservação de albatrozes e petréis.

O público dos cursos era formado em sua maioria por trabalhadores que buscavam, além do conhecimento especializado da pesca profissional, a obtenção da Caderneta de Inscrição e Registro (CIR) - documento de habilitação, identificação e registro de dados pessoais dos aquaviários, em parceria com a Marinha do Brasil.

O primeiro curso aconteceu em 20 de maio na sede do Núcleo de Apoio às Atividades da Capitania de São Paulo (NAAC), em Santos. Na ocasião, 20 pescadores aprenderam sobre técnicas de operação de embarcações, diretrizes de segurança na pesca e, na aula de Martinho, sobre como evitar que aves marinhas sejam fisgadas pelos anzóis durante a pescaria.

Entre os dias 28 e 29 foi a vez dos pescadores de Ilhabela (SP) aprenderem mais sobre a pesca profissional. Martinho abordou com os alunos a dinâmica da vida das aves em alto-mar e como a interação delas com as embarcações podem ser fatais. Ministrado na  Escola de Vela Lars Grael, o curso capacitou 29 pescadores.

Para Demétrio Martinho, abordar este tipo de conteúdo é essencial para a formação de profissionais de pesca. "Oportunidades como essas permitem a inclusão de valores voltados para preservação ambiental na formação dos agentes mais diretamente envolvidos com o cotidiano da pesca”, explica.

A fim de que os pescadores possam diminuir o impacto de seu trabalho na vida das aves marinhas, Martinho explicou em suas aulas as principais medidas mitigadoras incentivadas pelo Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, como a largada noturna, o uso do toriline nos barcos de espinhel pelágico e o peso seguro, cujo vídeo está disponível neste link (https://www.youtube.com/watch?v=Q_yXwAi82nw)

Foto Notícias_Curso Pescador 2 Foto Notícias_Curso Pescador 3

Leia mais

+ Notícias

Dimas Gianuca (11)

No dia das aves, um pouco sobre as aves marinhas e...

Quando qualquer pessoa pergunta o que é uma ave marinha, o que vem à mente da maioria das pessoas é uma gaivota, ave comum em todas as praias e costas do mundo. ...

05/10/2020 Leia mais
Foto Noti?cias_Planacap confere?ncia virtual

Reunião anual de monitoria do PLANACAP é realizada...

Criado em 2006 como objetivo de colocar em prática estratégias de conservação específicas para albatrozes e petréis que sobrevoam águas brasileiras e se alimenta...

23/09/2020 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais