• Portugues
  • English
  • Spanish

Albatroz contribui com I Simpósio Internacional sobre Conservação de Aves

Dimas Gianuca representando o Projeto durante o Simpósio

 

O Projeto Albatroz contribuiu com palestra sobre aves oceânicas, em especial albatrozes e petréis, durante o I Simpósio Internacional sobre Conservação de Aves. O evento ocorreu nos dias 5 e 6 deste mês, em Foz Iguaçu (PR), no auditório do Parque das Aves, organizador do evento.

Além do Projeto, única instituição a abordar o tema aves marinhas no encontro, representantes do Zoológico de Buenos Aires, ICMBio, Instituto Terra Brasilis, Projeto Ararinha-Azul, Fundação Temaiken, entre outros projetos da América Latina e dos EUA, apresentaram assuntos relacionados à recuperação de espécies de aves ameaçadas. Dimas Gianuca, coordenador e observador de bordo da base em Rio Grande (RS) do Projeto Albatroz, representou a organização no evento.

Segundo entrevista da Dra.Yara Barros, diretora técnica do Parque das Aves, para o site “h2foz.com.br”, a grande procura por inscrições esgotou as vagas um mês antes do evento. A diretora afirmou que no próximo ano, o simpósio deverá duplicar a disponibilidade de inscrições devido ao sucesso da iniciativa. O Projeto Albatroz é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Ambiental.

Parque das Aves: Criado em 1994, o parque temático é dedicado à conservação de aves em geral. Foi construído com a preocupação de oferecer condições ideais para a reprodução, em cativeiro, de aves ameaçadas de extinção, além de garantir a conservação dos 16 hectares de mata nativa do local. Localizado estrategicamente próximo às Cataratas do Rio Iguaçu, no estado do Paraná, é o maior parque de aves da América Latina. No local, são promovidas atividades de educação ambiental, pesquisas e ainda o desenvolvimento de projetos para a reintrodução de espécies em áreas protegidas do Paraná. Nele, os visitantes podem entram em viveiros e conhecer de perto aves tropicais raras e coloridas e ainda encontrar espécies de jacarés, sucuris, jiboias, saguis e borboletas. O parque é aberto para visitação, das 8h30 às 17h30 e a entrada custa vinte reais.

 

Auditório do I Simpósio Internacional sobre Conservação de Aves Dimas realizando palestra sobre aves oceânicas

Leia mais

+ Notícias

Foto Wisdom

Wisdom, a albatroz mais longeva já registrada, ret...

A albatroz-de-Laysan tem mais de 70 anos. Espécie é uma das mais afetadas pela poluição do oceano e ...

15/12/2022

15/12/2022 Leia mais
Planacap

Reunião anual de monitoria do PLANACAP deu destaqu...

Encontro também contou com a participação de um representante do setor pesqueiro, e traçou planos pa...

13/12/2022

13/12/2022 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais