• Portugues
  • English
  • Spanish

Ainda dá tempo de colaborar com o Clean Up Day

Lixo ao lado de petrel-gigante, em alto mar

 

Amanhã (14) e sábado (15), a partir das 9h, será realizada a ação Clean Up Day (Dia da Limpeza), quando estudantes e voluntários limparão praias e mangues das cidades de Santos, Cubatão e Guarujá.  . Esta é uma ação coordenada pela organização Amigos do Meio Ambiente (AMA) e pelo Grupo de Resgate e Reabilitação de Animais Marinhos (Gremar).

Na sexta-feira (14), a ação contará com a colaboração de estudantes da rede pública das cidades. Já no dia 15, o Clean Up Day é aberto ao público interessado em colaborar com a limpeza. Na praia de Santos, os pontos de saída são os Postos 1, 5 e 7. Nesse dia, instituições apoiadoras do evento contribuirão com a ação, a exemplo do Projeto Albatroz, que estará presente no Posto 7.

Quem ainda não se inscreveu no Clean Up Day ainda pode participar, comparecendo no sábado, às 9h, em um dos locais de encontro, levando um par de luvas. A organização do evento fornecerá sacos de lixo e formulários para anotações sobre os itens coletados.

O Clean Up Day é uma ação internacional que reúne milhares de voluntários no mundo inteiro para a limpeza de praias, rios e ambientes costeiros.  A previsão para este ano é reunir 2.000 voluntários. Os dados obtidos serão enviados para a Organização das Nações Unidas (ONU) para que a organização conheça a situação atual do ambiente costeiro no mundo.

O evento conta com o apoio do Projeto Albatroz, da Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS) da Petrobras, Prefeitura Municipal de Santos por meio da Secretaria de Meio Ambiente (SEMAM) e da Secretaria de Educação (SEDUC), supermercado Atacadão, Escola Técnica Estadual (ETEC) de Cubatão, Núcleo Poseidon de Canoagem Havaiana do Clube Saldanha da Gama (Santos), Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Corpo de Bombeiros das cidades, empresa Hidro Clean – Proteção Ambiental, quiosques das praias do Guarujá, empresa Rip Curl, Hotel Sofitel Jequitimar Guarujá, da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) do Guarujá, do Instituto Corpore e da Prefeitura do Guarujá.

 

Poluentes químicos nos mares contaminam os albatrozes

Poluentes químicos contaminam albatrozes e petréis. A constatação parte do estudo realizado pela bióloga Fernanda Colabuono em sua tese de doutorado, intitulada “Poluentes orgânicos persistentes e ingestão de plásticos em albatrozes e petréis (Procellariiformes)”. A pesquisa, realizada no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP), mostra a contaminação de 103 albatrozes e petréis por bifenilos policlorados (PCBs) e pesticidas organoclorados. Os primeiros são compostos por substância semelhantes a um óleo e resistente a altas temperaturas, utilizados por indústrias para o resfriamento de máquinas e em transformadores, entre outros. Eles deixaram de ser produzidos, mas ainda existem no meio ambiente porque não se degradam facilmente. Chegaram aos oceanos em função de transporte indevido ou de descarte em local inadequado.

Já os pesticidas organoclorados, como o DDT, também tiveram seu uso proibido ou restrito depois de terem sido usados durante muito tempo em lavouras brasileiras. Eles chegam aos oceanos através dos rios que, por sua vez, receberam essas substâncias levadas pelas águas das chuvas. Essas substâncias contaminam as aves  porque estão presentes em lulas e peixes, base de sua alimentação. Fragmentos plásticos nos estômagos das aves, além de pellets  (matéria-prima usada na fabricação de plásticos), também foram encontrados.

A pesquisa contou com o apoio do Projeto Albatroz, organização patrocinada pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Ambiental, que contribuiu doando aves coletadas em alto mar,  na região Sul e Sudeste do Brasil.  O Projeto acompanha os barcos de pesca e realiza monitoramento das aves capturadas de forma não intencional, entre outras atividades. A captura ocorre quando as aves, atraídas pelas iscas, a exemplo de lulas, ficam presas nos anzóis e morrem afogadas.

Com informações da Agência USP de Notícias

 


Leia mais

+ Notícias

Dimas Gianuca (11)

No dia das aves, um pouco sobre as aves marinhas e...

Quando qualquer pessoa pergunta o que é uma ave marinha, o que vem à mente da maioria das pessoas é uma gaivota, ave comum em todas as praias e costas do mundo. ...

05/10/2020 Leia mais
Foto Noti?cias_Planacap confere?ncia virtual

Reunião anual de monitoria do PLANACAP é realizada...

Criado em 2006 como objetivo de colocar em prática estratégias de conservação específicas para albatrozes e petréis que sobrevoam águas brasileiras e se alimenta...

23/09/2020 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais