• Portugues
  • English
  • Spanish

4ª edição da Revista Amar o Mar relembra conquistas do Projeto Albatroz no último ano

CENTRO ALBATRO (9)

Publicação anual está disponível para download gratuito na biblioteca do site

Compartilhar conquistas e relembrar as principais ações em prol da conservação de albatrozes e petréis é o objetivo da Revista Amar o Mar, que chega a sua quarta edição virtual e pode ser baixada gratuitamente na biblioteca virtual do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras. As matérias detalham as principais atividades da equipe em eventos de políticas públicas, produção científica, ações de educação ambiental e comunicação, e também avanços institucionais.

Além das quatro editorias que refletem os principais eixos de trabalho do Projeto Albatroz, a quarta edição contou com a adição de dois novos segmentos que permitem dividir mais informações relevantes com os leitores: institucional e curiosidades, esta última traz dados sobre a biologia dos albatrozes e petréis. 

A coordenadora de comunicação do Projeto Albatroz e editora da revista, Juliana Justino, explica que a publicação trouxe à tona as principais conquistas da instituição no período desafiador da pandemia. “Em meio a tantos desafios que enfrentamos nesse ano, o cuidado com a nossa biodiversidade e os impactos das atividades humanas no meio ambiente tomaram uma importante dimensão. Não há mais tempo para ‘deixar para depois’, cuidar da nossa casa, da nossa comunidade, e extrapolar isso para o nosso planeta tornou-se uma tarefa urgente.”

Principais destaques

Entre as reportagens da editoria institucional, o maior destaque é a inauguração da sétima base avançada de trabalho do Projeto Albatroz, em Natal (RS), a primeira na Região Nordeste. O escritório está na sede da empresa Atuneira Nacional, com a qual a instituição firmou um termo de cooperação técnica. O objetivo da base é desenvolver e testar ferramentas para o monitoramento por câmeras e o rastreamento via satélite das embarcações de pesca para verificar o uso de medidas mitigadoras da captura de aves marinhas. Outras matérias abordam o início das obras do Centro Albatroz, em Cabo Frio (RJ), além do reconhecimento em duas premiações: destaque nacional do Projeto Albatroz no XI Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade e Amor à Natureza e vencedor na categoria sustentabilidade do prêmio internacional Tuna Awards com a iniciativa conjunta de monitoramento pesqueiro, OpenTuna.

Na área de políticas públicas, o destaque é a assinatura do termo de gestão compartilhada do Plano de Ação Nacional para a Conservação de Albatrozes e Petréis (Planacap), entre o Projeto Albatroz e o ICMBio. Além disso, a seção também traz novidades sobre a comemoração do segundo Dia Mundial do Albatroz, detalhes do Encontro Jovem Mar e um artigo especial escrito pela presidente do Conselho Administrativo do Instituto Albatroz e uma das idealizadoras da Liga das Mulheres pelo Oceano, Leandra Gonçalves.

A modernização do site do Banco Nacional de Amostras Biológicas de Albatrozes e Petréis (BAAP) é o grande destaque da editoria de pesquisas. O principal banco de amostras deste tipo de aves da América Latina reúne mais de 6300 amostras de 38 espécies diferentes de albatrozes e petréis, centralizando o acervo de 11 instituições parceiras. Ao acessar o site do BAAP, mantido em parceria com o ICMBio e o CEMAVE, pesquisadores do Brasil e do exterior podem verificar as amostras disponíveis e solicitar os dados para consulta. O principal objetivo do BAAP é fomentar a produção de pesquisas científicas sobre este grupo de aves, considerado um dos mais ameaçados do mundo.

Já na área de educação ambiental, o principal destaque foi a participação do Projeto Albatroz em uma série de ações pelo litoral do Sudeste no Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. Uma das ações, capitaneada pela instituição, reuniu voluntários em um mutirão de limpeza e de plantio de mudas nativas no entorno da Lagoa de Araruama, em Cabo Frio (RJ), coletando mais de 89kg de resíduos. O local abrigará o Centro Albatroz, que pretende envolver a comunidade local e turística da Região dos Lagos em atividades socioambientais.

Na editoria de comunicação ambiental, além dos grandes dos resultados das ações nas redes sociais, das veiculações de sucesso na mídia e dos materiais promocionais diferenciados produzidos no último ano, a revista também dá destaque para a intervenção digital #AFETOoceano, realizada em parceria com o Coletivo Jovem Albatroz.

As características dos pais e mães albatrozes, seus cuidados e dedicação compartilhada com os filhotes para garantir o sucesso reprodutivo são tema da matéria da editoria de curiosidades sobre as aves, produzida com apoio da equipe técnica do Projeto Albatroz.

 


Leia mais

+ Notícias

folder coletivo jovem albatroz

Coletivo Jovem Albatroz lança folder colaborativo ...

Documento também aborda o histórico do CJA, compila materiais acadêmicos sobre coletivos jovens de meio ambiente e traz orientações para organização.Os coletivos...

14/12/2021 Leia mais
3

Projeto Albatroz realiza primeira roda de conversa...

Encontro reuniu mais de 30 pescadores da frota artesanal, semi industrial e marisqueiras da cidade que fazem parte da Colônia Z-23Ampliar o relacionamento com pe...

14/12/2021 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais