• Portugues
  • English
  • Spanish

Tatiana Neves apresenta Projeto Albatroz no Planeta.DOC

Festival Planeta.DOC aconteceu em Florianópolis (SC) em outubro, com 35 palestras de especialistas em meio ambiente

Falar a uma enorme plateia sobre a conservação de albatrozes e petréis - grandes aves oceânicas ameaçadas de extinção - não é novidade para a coordenadora geral do Projeto Albatroz, Tatiana Neves. Convidada a participar do festival internacional de cinema socioambiental Planeta.DOC, na cidade de Florianópolis, em outubro, ela teve a oportunidade de sensibilizar o público através de um outro olhar.

“Eu quis conquistar a atenção através do encantamento”, afirmou Tatiana Neves. No auditório da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), ela pode demonstrar, através de imagens, a majestade dos albatrozes nos oceanos, seu habitat natural.

“Decidi focar na beleza, na vida, na delicadeza e na majestade dos próprios albatrozes. Sua história de vida, por si só, já é bastante inspiradora”, ressalta. É sobrevoando as águas do hemisfério sul, pescando e escapando das ameaçadas da pesca de espinhel, que se dá a dinâmica de sua sobrevivência.

Em uma apresentação dinâmica, no formato TED, de cerca de 20 minutos, a coordenadora geral também falou sobre os projetos de conservação ambiental marinha que serviram de base para a criação do Projeto Albatroz. Entre eles, o Projeto Tamar que, assim como o Albatroz, também é membro da Rede Biomar -  formada por projetos de conservação marinha patrocinados pela Petrobras.

Importância da linguagem audiovisual

Com o foco de falar sobre o oceano e a biodiversidade, o público das apresentações do Festival Planeta.DOC era bastante diverso, composto por profissionais de cinema e audiovisual, comunicação, especialistas da área biológica e científica, além do público geral.

Para Tatiana, eventos que coloquem o audiovisual no centro das discussões são importantes para a sensibilização do público sobre a conservação ambiental. “Hoje, essas ferramentas como cinema são fundamentais porque elas têm um potencial muito grande de atingir e envolver o público”, diz. “É importante fazer curtas, filmes e outras obras audiovisuais que consigam trazer essa coisa que encanta, que é conseguir informar e sensibilizar as pessoas ao mesmo tempo”.

Sobre o Planeta.DOC

O Festival Internacional de Cinema Socioambiental – Planeta.DOC estabelece no Brasil uma janela para exibição e premiação de documentários, programas de televisão e animações que revelem o avanço do conhecimento sobre o funcionamento da Terra como sistema vivo e promovam a reflexão sobre a sociedade contemporânea.

O festival visa difundir temáticas relacionadas à preservação da vida, aos desafios da sustentabilidade e às soluções que estão sendo geradas para viabilizar sociedades harmonicamente integradas ao seu meio natural.

Lança o desafio de pensar a sociedade atual de forma transdisciplinar para traçar linhas de reconexão que evidenciem a importância do papel do ser humano na condução do destino do planeta.

Com impacto nacional e internacional, o festival prima por estender a discussão sobre a sustentação da vida na Terra, a fim de promover a mudança de olhares e paradigmas, replicando as inovações que possam beneficiar a sociedade humana e a biodiversidade do planeta. As mostras são realizadas em escolas e universidades brasileiras, em território nacional.

Mais informações: https://www.planetadoc.com/


Leia mais

+ Notícias

Foto Notícias_Curso Pescador 1

Colaborador do Projeto Albatroz ministra dois curs...

Ex-observador de bordo do Projeto, Demétrio Martinho deu palestras para mais de 40 alunos em dois cursos de qualificação profissional para pescadoresÁrea de inte...

31/05/2019 Leia mais
Foto Notícias_Pós ACAP

Projeto Albatroz marca presença na 11ª Reunião do ...

Apresentação de estudos científicos, discussões em prol da conservação e entrega de homenagens fizeram parte do eventoTreze anos depois, o Brasil teve a honra de...

22/05/2019 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais