• Portugues
  • English
  • Spanish

Projeto Albatroz e Fórum do Mar na Rio+20

 

O Projeto Albatroz e o Fórum do Mar estão representados na Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, por Tatiana Neves, coordenadora geral do Projeto Albatroz. Ela participa de uma série de eventos, entre eles o painel “Oceanos”, que será realizado na próxima terça (19), das 11h às 13h30, no RioCentro. Esse é o último dos dez painéis dos “Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável”, promovido entre os dias 16 e 19 deste mês com o objetivo de aprofundar e difundir o debate sobre a sustentabilidade mundial.

Além disso, Tatiana também participa do \\\"Advancing Oceans and Coasts at Rio+20 and Beyond\\\", amanhã (16), no RioCentro. Esse evento é organizado pelo Global Ocean Forum, República Popular da China e Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), entre outros, e é co-organizado por várias instituições, entre elas o Fórum do Mar. Um dos seus objetivos é colocar a questão de proteção dos oceanos na pauta de negociações da Conferência. Ao final do evento, um documento com as recomendações resultantes das discussões será distribuído para todas as delegações de Estado presentes à Rio+20.

Tatiana, além de coordenar o Projeto Albatroz, organização patrocinada pela Petrobras por meio do programa Petrobras Ambiental, é também membro do Fórum do Mar. Essa é uma organização formada por cidadãos para discutir assuntos relacionados à costa e ao mar brasileiros, principalmente no que se refere às políticas públicas do País que devem ser elaboradas para essa área. Nesse sentido, um documento – o Manifesto Pró-UCs Marinhas do Brasil - foi lançado durante a Rio+20, no dia 14 de junho, durante a mesa redonda “Desafios do Brasil para alcançar as metas de proteção de seus ecossistemas marinhos”.

O Manifesto é encabeçado por por um grupo de  várias instituições e organizações comprometidas com a criação e a implementação de unidades de conservação (UC’s) na área marinha do País. Entre as organizações, estão a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, a Conservação Internacional, o Instituto Baleia Jubarte e o Projeto Albatroz. O objetivo do grupo é solicitar, ao governo brasileiro, prioridade no cumprimento de metas assumidas internacionalmente para proteção dos ecossistemas marinhos que, como destaca o documento, são os menos protegidos do Brasil e estão entre os mais vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas globais - seja pelo aquecimento global ou pela acidificação da água do mar - e apresentam grandes percentuais de espécies únicas e ameaçadas de extinção.

Leia o manifesto clicando em:

Manifesto pró UCs


Leia mais

+ Notícias

Dimas Gianuca (11)

No dia das aves, um pouco sobre as aves marinhas e...

Quando qualquer pessoa pergunta o que é uma ave marinha, o que vem à mente da maioria das pessoas é uma gaivota, ave comum em todas as praias e costas do mundo. ...

05/10/2020 Leia mais
Foto Noti?cias_Planacap confere?ncia virtual

Reunião anual de monitoria do PLANACAP é realizada...

Criado em 2006 como objetivo de colocar em prática estratégias de conservação específicas para albatrozes e petréis que sobrevoam águas brasileiras e se alimenta...

23/09/2020 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais