• Portugues
  • English
  • Spanish

Diários de Bordo voltarão a trazer relatos de aventura ao nosso site

Foto Notícias_Diários de bordo

Tempestades, longas semanas distantes da costa, sol forte e mares agitados são elementos frequentes em filmes de aventura e também fazem parte dos textos da seção dos Diários de Bordo do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental. A partir de março, os relatos escritos por nossos pesquisadores e observadores a bordo de barcos pesqueiros voltarão a ser publicados no site. O primeiro deles será de autoria do coordenador científico do Projeto, Dimas Gianuca, e abordará seu embarque com uma equipe de gravação para um documentário da NatGeo sobre pesquisas voltadas para a conservação marinha.

O retorno marcará os mais de dez anos de publicações sobre as viagens em alto mar dos observadores de bordo do Projeto Albatroz, financiados pela parceria com o Albatross Task Force - braço da BirdLife International para pesquisas sobre a interação destas aves com os barcos de espinhel pelágico ao redor do mundo.

Um dos diários de Gianuca, publicado em 2010, trazia a experiência do coordenador científico a bordo do barco Maria Letícia, que opera no porto de Rio Grande-RS. Leia a seguir um trecho que descreve uma tempestade em alto mar:

“No sétimo dia de embarque, o tempo começou a piorar e após a previsão de que ocorreriam ventos de 100 km/h e ondas com mais de 6 metros quase todos os barcos que estavam pescando no sul do Brasil navegaram para os portos para fugir do mal tempo (...)

O Juninho entrou em contato por rádio e informou que o casco do seu barco havia sido danificado e que a sala de máquinas estava se enchendo de água. Para piorar, eles estavam sem GPS e sem navegador, pois os ventos fortes haviam arrancado as antenas da embarcação! Ou seja, estavam a mais de 250 km da costa, no meio de uma tempestade, com o barco se enchendo de água, sem saber sua posição, e nem para onde navegar! Graças ao Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações Pesqueiras por Satélite (PREPS), o Celso deu alguns telefonemas e descobriu a posição do barco do Juninho. Depois de uns ajustes no radiogoniômetro (o aparelho que indica para que lado estão as bóias-rádio do espinhel) e de mais de cinco horas navegando no meio da tempestade, conseguimos chegar até ele e seus tripulantes e escoltá-los de volta até o porto de Rio Grande”.

Histórias de aventura e pesquisa

As histórias relatadas nos Diários de Bordo trazem detalhes sobre os embarques nos diferentes portos brasileiros, o relacionamento com os pescadores, os principais desafios em alto mar e também o resultado das observações sobre a interação de albatrozes e petréis com a atividade. Os dados coletados no mar entram para as bases de dados do Projeto e, posteriormente, são utilizados para estudos sobre o panorama de conservação das aves, e sobre medidas para reduzir a mortalidade incidental de albatrozes e petréis na pesca.

Ainda no primeiro texto do coordenador científico, ele relata ter avistado 15 espécies diferentes de aves oceânicas que se aproximavam do barco para se alimentar  e tece comentários sobre elas.

“As mais abundantes foram as pombas-do-cabo (Daption capensis), os albatrozes-de-sobrancelha-negra (Thalassarche melanophrys), os petréis-gigantes-do-sul (Macronectes giganteus) e do norde (M. halli) e as pardelas-pretas (Procellaria aequinoctialis). Durante quase todos os dias um ou dois albatrozes-reais-do-sul (Diomedea epomophora) e/ou do norte (D. sanfordi) seguiam o nosso barco, e pude constatar inclusive que não eram sempre os mesmos indivíduos. Foi uma surpresa para mim, uma vez que no Brasil os albatrozes-errantes (D. exulans), normalmente, são muito mais comuns do que os reais, e nesse embarque observei o contrário”, escreveu.

Para a coordenadora de comunicação do Projeto Albatroz, Jéssica Branco, os textos dos Diários de Bordo trazem um olhar mais humano sobre a pesca e o trabalho de conservação ambiental. “A seção de diários de bordo, de acordo com pesquisas já realizadas pela equipe de comunicação, sempre foi a área de mais sucesso do nosso site. Os textos são uma aventura literária repleta de nuances e características do cotidiano em alto mar que só um observador de bordo do Projeto Albatroz poderia nos contar. Vale a pena conferir! ” completa.

Acompanhe nosso site e nossas redes sociais para ficar por dentro do lançamento dos textos dos Diários de Bordo.


Leia mais

+ Notícias

Foto Notícias_Bioinclusão4

Projeto Albatroz leva educação ambiental à II Feir...

Compartilhar conhecimentos sobre as ciências da vida e proporcionar uma melhor compreensão de situações do dia a dia por meio de estratégias e atividades inclusi...

17/09/2018 Leia mais
Foto Notícias - VI Sabmar

Estudo sobre mutilações do bico de albatrozes e pe...

Dados de aves Procellariformes recolhidos junto a serviços de monitoramento de praias e também do Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras, serviram como sub...

24/08/2018 Leia mais

+Projeto
Albatroz

Seja um voluntário

Leia mais